China avança com um impressionante projecto de cidade florestal para travar a poluição!

A China intensifica as suas políticas verdes através deste projecto inovador: uma cidade auto-sustentável que tem como objectivo diminuir a poluição.

São extremamente conhecidas as imagens da China com elevados níveis de poluição. De facto, este país é um dos principais responsáveis pela emissão de gases poluentes. Numa clara tentativa de diminuir os efeitos da poluição, a China avança com um projecto urbanístico inovador.

UMA CIDADE AUTO-SUSTENTÁVEL E COM USO DE ENERGIA SOLAR E GEOTÉRMICA

Esta cidade verde ou florestal é da responsabilidade do arquitecto italiano Stefano Boeri e será construída nas margens do rio Liujiang, numa região montanhosa no sul da China. Ocupará uma extensão de 175 hectares e terá capacidade para 30 mil pessoas.

Os elementos inovadores e amigos do ambiente prendem-se com o facto de estarem projectadas para esta cidade florestal cerca de 1 milhão de plantas de 100 espécies diferentes. Haverá ainda cerca de 40 mil árvores espalhadas não só pelos espaços públicos da cidade, mas também nas fachadas dos edifícios.

Deste modo, esta cidade conseguirá absorver aproximadamente 10 mil toneladas de CO2, ao mesmo tempo que produzirá cerca de 900 toneladas de oxigénio todos os anos. Além da diminuição da poluição, este tipo de cidade conseguirá diminuir a temperatura ambiente, criar barreiras de ruído e oferecendo, por isso, melhores condições de vida aos seus habitantes.

A cidade florestal de Liuzhou estará ligada às cidades vizinhas através de comboios e carros eléctricos, fazendo uso da energia solar e geotérmica como principal fonte de energia de todo o plano urbanístico.

You may also like...